Pesquisa avançada

Bem-vindo: Ter Ago 20, 2019 9:37 pm


Todos os horários são GMT - 3 horas

 

 




 Página 1 de 2 [ 24 mensagens ]  Ir para página 1, 2  Próximo
Autor Mensagem
 Título: Entrevista Sergio Luis dos Santos
MensagemEnviado: Qui Fev 28, 2008 12:27 pm 
Administrador
Administrador
Avatar do usuário

Registrado em: Qua Dez 31, 1969 9:00 pm
Mensagens: 15726
Localização: Uberlândia - MG
Bandeira Nacional: Brazil
1- Quem é o indivíduo por trás do hobby?

Citação:
Já tenho por hábito usar meu nome completo, ao invés de apelidos. Trabalho em uma empresa de processamento de dados para a Previdencia Social, no Almoxarifado. Tenho 49 anos, pertinho de me tornar o “homem cinqüentenário”, divido minha vida com um casal de gatos, Frajola e Menina.


2- Como entrou neste hobby? Ainda se lembra do seu primeiro modelo?

Citação:
É uma conseqüência natural de minha mania de sempre colecionar algo. Sempre tive comigo o colecionar, álbuns de figurinhas, caixas de fósforo, carteiras de cigarro, canetas, chaveiros, sêlos, latas de refrigerantes e cervejas, garrafas, fichas de ônibus, imãs de geladeira, etc... Lembro de como a turma da rua, depois que a Feira de Providencia acabava (quando era realizada na Lagoa Rodrigo de Freitas) saía em missão de caça de tudo que fôsse interessante. Nem existia latinha de refrigerante no Brasil e eu já tinha!
Colecionar aviões veio primeiro. Carros eram uma paixão natural mas que se divide com a aviação. Durante toda minha infância e adolescência eu passava as férias escolares na Estação Experimental de Biologia e Piscicultura em Cachoeira das Emas ( Pirassununga, São Paulo ). A maioria das clientes de minha tia, que costurava, era de esposas de oficiais da AFA (Academia da Força Aérea). Meu tio, por ser o diretor, era uma personalidade muito admirada e respeitada e tinha um bom tráfego com a turma da Aeronática. Compras eram realizadas no Reembolsável, íamos ao cinema e mesmo na piscina dos oficiais. Diariamente aviões passavam sobre a casa onde ficava, lembrar dos T-37 ao pôr do sol, acesos, silvando por sobre nossas cabeças (eu e meu irmão) ainda estão entre as mais caras lembranças que tenho (mas havia também as tristesas com a morte de nomes conhecidos...) O plastimodelismo é desta época, mas montava de tudo. Mais tarde fiquei só com os aviões, Luftwaffe para ser mais específico. Comprei muitos kits de carros escala 1/24 – 1/25 e material para os detalhar e pintar, mas percebi que nunca conseguiria a paciência necessária para a técnica perfeita e decidi que comprar montado era bem mais fácil. Em 1992 montei meu último avião, fiquei apenas com a pesquisa.
Lembrar do primeiro modelo não, mas alguns foram marcantes e lamento os ter destrúido. Da infância dois sobreviveram, um Jaguar E da Matchbox e um caminhão Scania Vabis da Roly Toys, além dos carrinhos de autorama HO da Estrêla. O primeiro quando resolvi colecionar para valer, foi um Buick da Mira na escala 1/18.


3- Após o tempo de coleção, como você se enxerga hoje? Colecionador ou acumulador?

Citação:
No começo, fui acumulador e na verdade não deixamos de ser. Só passamos a acumular com mais critério! Mas para diferenciar diria hoje colecionador. De fato, hoje estou mais focado em táxis na escala 1/43. Com o lançamento da coleção da Altaya no Brasil, um dia me deu um “estalo” e decidi que era uma temática muito interessante. Só recentemente percebi que havia um elo, dois tios já falecidos que foram motoristas de táxi. Do tio Júlio não lembro muito pois ele deixou a praça e se tornou proprietário de bar mas de meu tio Moisés, lembro de alguns dos muitos carros que teve e destruiu. O mais bonito, uma DKW Vemaguete com faról duplo (última série antes do fechamento) vermelha, quase grená. Coisa mais linda, quando ficava parada sobre a calçada em frente da loja de meu pai. O mais marcante um “Zé do Caixão” que era o carro que nos levava para visitar mamãe na Casa de Saúde em suas últimas semanas de vida. Tio Moisés foi o típico exemplo de homem com um coração imenso e uma cabeça de m! Sempre fêz tudo errado na vida mas quero acreditar que foi feliz à sua maneira. Pena não saber o seu destino.



3- Como você define sua coleção? Temática? Por escala? Conte um pouco dela para nós.

Citação:
Eclética, não priorizo marca ou fabricante, me interessa que me agrade ou surpreenda. Posso dividir minha coleção em vários temas. Carros clássicos alemães anteriores à Segunda Grande Guerra em 1/18, carros de corrida alemães de várias épocas em 1/18, carros produzidos no Brasil (moldes originais) em várias escalas, motocicletas de Alexandre Barros (em várias escalas), táxis em 1/43, e “coleções de bancas de jornal” (Del Prado, 100 Anos, Jogos, etc...)


4- Como armazena e expõe sua coleção?

Citação:
Quando comecei à sério, achava lindo todos os carros expostos sobre as estantes, jogava fora as caixas e as bases. Meu maior erro. Com o passar dos anos, o ataque da poluição afetou muito as miniaturas, moro em um apartamento de frente para a rua principal, portanto poeira e carbono são colegas fiéis. Passei então a nunca os remover das caixas. Uma primeira olhada, se necessário coloco espaçadores sob a miniatura para deixar as rodas livres, retiro fitas, discos adesivos e arames. Nas caixas em isopor, isolo completamente o carro evitando contato com a embalagem. Os modelos não ficam expostos mas visíveis em estantes e dois armários.


5- Possui cuidados especiais? Técnicas de conservação?

Citação:
Além do cuidado com as rodas evitando ovalização ou que grudem, não. Não passo nada. Estando as caixas bem fechadas, agentes externos ficam de fora. Polimento e outros cuidados, quando necessário, ficam à cargo de um grande amigo, plastimodelista de mão cheia, que é meu “personal mecânico”.


6- Quais quesitos leva em consideração para a aquisição de modelos? Lista, gosto, segue um padrão?

Citação:
Não estando dentro de alguma coleção em banca de jornais, os comprados “por fora” são básicamente da temática táxi.


7- Como costuma adquirir suas minis?

Citação:
Antigamente em lojas, práticamente todas fecharam. Depois pela internete. Tirando os das coleções em bancas de jornais, todos os outros são importados. Em lojas de diecast muito poucos, a grande maioria via eBay de vários países.


8- Você gosta de estudar a história real das suas miniaturas em relação ao modelo em escala 1:1?

Citação:
Realmente nunca me apeguei à isso.


9- Qual o carro de seus sonhos? Ele já existe em die-cast? Você tem?

Citação:
Bem, existem alguns táxis que só são produzidos em escala limitada, como os da Brooklin ou Landsome (acho que o nome está errado...). Seria bom se aparecessem por outras marcas mais acessíveis. Sinto falta de alguns Studebakers. Sonho mesmo seriam boas miniaturas de carros brasileiros.


10- O que gostaria que mudasse nos atuais die-cast?

Citação:
Não me ocorre no momento o que poderia ser mudado.


11- Já fez alguma loucura para comprar uma mini?

Citação:
Já! Comprar CMC, Exoto ou Johan Distler é sempre uma loucura.



12- Como sua família encara seu hobby?

Citação:
Na época do plastimodelismo, papai odiava, até quando consegui um bom emprego, então passou a ser aceitável. Já o restante dos anexos por parentesco sempre com uma educada ignorância do que era. Quando passei para os diecast já estava tudo bem em casa, só meu irmão que dava uma olhada nos armários e falava, você comprou mais!?


13- Obsessão ou Hobby, como você define seu ato de colecionar? - Boa!

Citação:
Confesso que já foi obsessão, quase um escapismo, mas agora é hobby mesmo. Até a caçada por mêses atrás de um modelo, com paciência, sem dar lances absurdos ou ficar irritado por não conseguir “aquêle” carro é uma diversão, que fica mais gostosa quando se abre a caixinha que o carteiro trouxe.


14- Qual o "peso" de sua coleção em sua vida, você viveria sem? Se precisasse vender, você venderia?

Citação:
Econômicamente é um peso considerável, pois após o falecimento de meu pai, todas as despesas do apartamento ficaram comigo, mas a vida fica muito chata se abrimos mão de tudo o que nos traz alegria ou prazer. Pode ser a cervejada com churrasco, um cinema com a turma, o futebol de domingo. Comigo são as miniaturas. Já vendi muitas miniaturas ao mudar o foco e me capitalizar. Já estou me desfazendo de outro grande lote, mas os de corrida e pré guerra ainda não tenho coragem!


15- Como você vê o futuro de sua coleção?

Citação:
Gosto de pensar que formarei uma bonita coleção, bem cuidada e admirada. E que quando o momento chegar, que ela possa chegar às mãos de quem a admire, cuide e dê continuidade. Vou ficar devendo as fotos, mas prometo que tão logo possa eu as coloco no ar.


_________________
Sergio Luis dos Santos
Rio de Janeiro - Brasil



_________________
Imagem
Imagem
Visite minha coleçao: http://www.mundoemminiatura.com.br/colecao/colecao.php?colecao=2
Offline
 Perfil  
 
 Título: Re: Entrevista Sergio Luis dos Santos
MensagemEnviado: Qui Fev 28, 2008 12:44 pm 
Entusiasta
Entusiasta
Avatar do usuário

Registrado em: Sáb Dez 02, 2006 8:41 pm
Mensagens: 1901
Localização: Rio de Janeiro
O Sergio esqueceu de dizer uma coisa, que ele nunca pegou em seus modelos sem o uso de luvas.
Quando eu o conheci, já há alguns anos, ele ficou horrorizado porque eu na maior cara de páu peguei um de seus carros com as minhas mãos...eu na verdade estava comprando aquele modelo, mas mesmo asim ele me olhou com cara feia ;)
:lol: :lol: :lol: :lol:



_________________
José Rodrigo Octavio
Imagem
Offline
 Perfil  
 
 Título: Re: Entrevista Sergio Luis dos Santos
MensagemEnviado: Qui Fev 28, 2008 8:27 pm 
MM design
MM design
Avatar do usuário

Registrado em: Sex Dez 15, 2006 9:42 am
Mensagens: 9030
Localização: São José dos Pinhais - PR
Bandeira Nacional: Brazil
Muito 10 sua entrevista, gostei do toque familiar q colocou no decorrer do texto. Valeu por conhecer mais um amigo do hobby!

Abraço



_________________
Abraço
:: Jota Erre ::

ImagemImagemImagem
Offline
 Perfil  
 
 Título: Re: Entrevista Sergio Luis dos Santos
MensagemEnviado: Qui Fev 28, 2008 10:08 pm 
Entusiasta
Entusiasta
Avatar do usuário

Registrado em: Ter Mai 22, 2007 11:51 pm
Mensagens: 1487
Localização: Porto Alegre / RS
Belíssima entrevista! Foi ótimo conhecer a pessoa por traz do hobby!



_________________
Imagem
Offline
 Perfil  
 
 Título: Re: Entrevista Sergio Luis dos Santos
MensagemEnviado: Qui Fev 28, 2008 11:35 pm 
Entusiasta
Entusiasta
Avatar do usuário

Registrado em: Sáb Jan 20, 2007 9:59 pm
Mensagens: 1489
Localização: Campinas-SP-Brasil
Bandeira Nacional: Brazil
Essa sem dúvida foi a entrevista mais "humana" até agora (sem nenhum desprezo aos demais amigos). O toque familiar como disse o JotaErre.
As lembranças da infância, quem não as têm...
Chega a ser nostalgico.

Valeu Sérgio!!

Abraço



_________________
Imagem
Offline
 Perfil  
 
 Título: Re: Entrevista Sergio Luis dos Santos
MensagemEnviado: Qui Fev 28, 2008 11:51 pm 
Aficionado
Aficionado
Avatar do usuário

Registrado em: Seg Ago 20, 2007 10:49 am
Mensagens: 2131
Localização: Porto Alegre
Fangio escreveu:
Essa sem dúvida foi a entrevista mais "humana" até agora (sem nenhum desprezo aos demais amigos). O toque familiar como disse o JotaErre.
As lembranças da infância, quem não as têm...
Chega a ser nostalgico.

Valeu Sérgio!!

Abraço


Achei o mesmo.
Legal conhecer um pouquinho do nosso colega "taxero".

Abraço


Editado pela última vez por RenatoMendes em Sex Fev 29, 2008 9:59 am, em um total de 1 vez.


_________________
Visitem os tópicos de minhas coleções
Col. 1/18 : viewtopic.php?f=25&t=6898
Col. 1/35 : viewtopic.php?f=2&t=7050
Blog AGCVeM : http://www.agcvem.blogspot.com/
Offline
 Perfil  
 
 Título: Re: Entrevista Sergio Luis dos Santos
MensagemEnviado: Sex Fev 29, 2008 8:47 am 
Aficionado
Aficionado
Avatar do usuário

Registrado em: Qui Nov 30, 2006 5:50 pm
Mensagens: 3542
Localização: Rio de Janeiro_RJ
Bandeira Nacional: Brazil
Vou tentar produzir as imagens neste final de semana, colocando fotos desde o começo da coleção com as minis e as caixas sobre as estantes dos livros até os dias atuais...
Eu adoro escrever sempre colocando uma pitada de história, é minha forma usual de produzir textos sobre aviação, por exemplo. Pena que todos os artigos que eu tinha pela internete saíram do ar por fechamento dos sites ou mudança de rumo...
Abraços para todos.



_________________
Sergio Luis dos Santos
Rio de Janeiro - Brasil
Offline
 Perfil  
 
 Título: Re: Entrevista Sergio Luis dos Santos
MensagemEnviado: Sex Fev 29, 2008 10:00 am 
Aficionado
Aficionado
Avatar do usuário

Registrado em: Seg Ago 20, 2007 10:49 am
Mensagens: 2131
Localização: Porto Alegre
Tu compra/assina a revista ASAS Sergio???

Abraço



_________________
Visitem os tópicos de minhas coleções
Col. 1/18 : viewtopic.php?f=25&t=6898
Col. 1/35 : viewtopic.php?f=2&t=7050
Blog AGCVeM : http://www.agcvem.blogspot.com/
Offline
 Perfil  
 
 Título: Re: Entrevista Sergio Luis dos Santos
MensagemEnviado: Sex Fev 29, 2008 11:31 am 
Aficionado
Aficionado
Avatar do usuário

Registrado em: Qui Nov 30, 2006 5:50 pm
Mensagens: 3542
Localização: Rio de Janeiro_RJ
Bandeira Nacional: Brazil
RenatoMendes escreveu:
Tu compra/assina a revista ASAS Sergio???

Abraço


Não Renato. Não compro/assino nenhuma sobre aviação desde um bom tempo.



_________________
Sergio Luis dos Santos
Rio de Janeiro - Brasil
Offline
 Perfil  
 
 Título: Re: Entrevista Sergio Luis dos Santos
MensagemEnviado: Sex Fev 29, 2008 11:51 am 
Aficionado
Aficionado
Avatar do usuário

Registrado em: Seg Ago 20, 2007 10:49 am
Mensagens: 2131
Localização: Porto Alegre
Recomendo muito cara, para quem curte história da aviação vale à pena, a revista é bimestral e é muito bem feita.Experimenta comprar este último número(Tem um Heinkel He111 na capa).

Abraço



_________________
Visitem os tópicos de minhas coleções
Col. 1/18 : viewtopic.php?f=25&t=6898
Col. 1/35 : viewtopic.php?f=2&t=7050
Blog AGCVeM : http://www.agcvem.blogspot.com/
Offline
 Perfil  
 
 Título: Re: Entrevista Sergio Luis dos Santos
MensagemEnviado: Sex Fev 29, 2008 3:56 pm 
Aficionado
Aficionado
Avatar do usuário

Registrado em: Qui Nov 30, 2006 5:50 pm
Mensagens: 3542
Localização: Rio de Janeiro_RJ
Bandeira Nacional: Brazil
RenatoMendes escreveu:
Recomendo muito cara, para quem curte história da aviação vale à pena, a revista é bimestral e é muito bem feita.Experimenta comprar este último número(Tem um Heinkel He111 na capa).

Abraço


Renato, eu conheço a revista, tenho algumas que recebi autografadas pelos autores de alguns artigos. Tenho algumas Força Aérea também, nos casos em que colaborei com algum artigo e mesmo um meu que foi publicado.
Aviação agora para mim é muito mais específica, anos 20 ao início dos anos 50 e só aviões alemães no Brasil. É a área que tenho efetuado pesquisa e trabalhos desde que parei com o plastimodelismo.



_________________
Sergio Luis dos Santos
Rio de Janeiro - Brasil
Offline
 Perfil  
 
 Título: Re: Entrevista Sergio Luis dos Santos
MensagemEnviado: Sex Fev 29, 2008 7:12 pm 
Tesoureiro
Tesoureiro
Avatar do usuário

Registrado em: Ter Dez 26, 2006 8:10 pm
Mensagens: 3542
Localização: RIO DE JANEIRO - RJ
Fantástica a entrevista, coloque fotos, inclusive sua.
Bosco



_________________
Imagem
2ª CONVENÇÃO ANUAL DO MM - FOI IMPERDÍVEL. EU FUI LÁ
FLORIPA 2011 - VALEU AQUINO
FLORIPA 2012 - ESTAREI LÁ
Offline
 Perfil  
 
 Título: Re: Entrevista Sergio Luis dos Santos
MensagemEnviado: Ter Mar 04, 2008 12:28 pm 
Administrador
Administrador
Avatar do usuário

Registrado em: Qua Dez 31, 1969 9:00 pm
Mensagens: 15726
Localização: Uberlândia - MG
Bandeira Nacional: Brazil
Citação:
As fotos e os textos que o Sérgio enviou para serem anexados a sua entrevista


Aqui estão algumas das fotos prometidas. Primeiro um panorama em 2002. Apesar da data 92, foram tiradas em 2002. Desnecessário dizer que a pilha com as caixas atingiram o teto e precisei deixar algumas no chão! Observem as prateleiras acusando o peso dos livros.


Imagem
Imagem

A mesma estante aberta mostrada acima, já aliviada de muitos livros. Muitos táxis e alguns pequeninos.

Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem

No lugar das estantes, depois de uma drástica redução em minha biblioteca e venda de muitas miniaturas, passei a usar dois gabinetes fechados. No primeiro temos a coleção “100 Anos” e a de veículos de carga que não saiu completa no Brasil e mais táxis!

Imagem
Imagem
Imagem

No segundo gabinete, as motos do Alexandre Barros, miniaturas brasileiras ( Juê, Minimac, Arpra, Modeline, Minibrindes, Roly Toys e Brosol, além da primeirona em 1/43 a Del Prado com mais algumas coisinhas interessantes.

Imagem
Imagem
Imagem

Finalmente, depois de uma boa redução, as 1/18 que restaram bem mais organizadas em duas estantes chumbadas na parede contrária.

Imagem
Imagem



_________________
Imagem
Imagem
Visite minha coleçao: http://www.mundoemminiatura.com.br/colecao/colecao.php?colecao=2
Offline
 Perfil  
 
 Título: Re: Entrevista Sergio Luis dos Santos
MensagemEnviado: Qua Mar 05, 2008 10:35 am 
Administrador
Administrador
Avatar do usuário

Registrado em: Qui Nov 30, 2006 9:52 am
Mensagens: 8578
Localização: Curitiba
Bandeira Nacional: Brazil
Sergio,
por que você deixa as miniaturas viradas para a parede (primeira foto)?



_________________
Imagem
Imagem
Visite a minha coleção: http://www.mundoemminiatura.com.br/cole ... colecao=10
Offline
 Perfil  
 
 Título: Re: Entrevista Sergio Luis dos Santos
MensagemEnviado: Qua Mar 05, 2008 10:58 am 
Administrador
Administrador
Avatar do usuário

Registrado em: Qua Dez 31, 1969 9:00 pm
Mensagens: 15726
Localização: Uberlândia - MG
Bandeira Nacional: Brazil
Rodrigo escreveu:
Sergio,
por que você deixa as miniaturas viradas para a parede (primeira foto)?



castigo



_________________
Imagem
Imagem
Visite minha coleçao: http://www.mundoemminiatura.com.br/colecao/colecao.php?colecao=2
Offline
 Perfil  
 
Exibir mensagens anteriores:  Ordenar por  
 Página 1 de 2 [ 24 mensagens ]  Ir para página 1, 2  Próximo

Todos os horários são GMT - 3 horas


Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 2 visitantes


Enviar mensagens: Proibido
Responder mensagens: Proibido
Editar mensagens: Proibido
Excluir mensagens: Proibido

Procurar por:
Ir para:  

cron